Nossos projetos já economizam mais de R$10 milhões para a sociedade em saúde, saneamento e educação.

Por que os brasileiros precisam de projetos socioambientais?


Segundo dados do Painel de Saneamento (2018), 46,9% da população brasileira não é atendida por rede de tratamento de esgoto. Em algumas regiões esses números são ainda piores: no norte do país, 89,5% da população não possui coleta de esgoto, enquanto 72% da população do nordeste passa pela mesma situação.

Quando a análise é voltada para água, os números, apesar de menores, são preocupantes. 16,4% da população brasileira não tem acesso a água. Novamente, nas regiões norte e nordeste a situação se repete de forma mais intensa: 43 e 25,8% das populações dessas regiões não possuem acesso à água, respectivamente.

Projetos socioambientais que contribuam para o acesso a esses recursos são necessários para as famílias brasileiras que vivem em vulnerabilidade.


Os impactos dessa situação são preocupantes:

Ilustrar o cotidiano de pessoas sem acesso à água e saneamento
Moradoras do semiárido sem acesso à água e saneamento

O impacto na educação dos brasileiros é uma das principais consequências da precariedade dos serviços de água e esgoto. De acordo com dados do Painel Saneamento Brasil, há uma desigualdade em respeito aos anos de escolaridade das pessoas com saneamento básico e os que residem em locais sem acesso aos mesmos serviços. No Brasil, essa diferença em anos de educação é de 4,1 anos.

Além da escolaridade, dias de trabalho também são perdidos em função das doenças de veiculação hídrica, comuns a essa população. O mesmo comparativo entre pessoas com e sem acesso é feito para a renda, e os números são impressionantes: a diferença de renda dos brasileiros nesse caso chega a mais de R$ 2400,00.

Já em termos de saúde, temos um indicador ainda mais latente. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a principal função do saneamento é a promoção da saúde. Fatores como má qualidade da água e despejo inadequado de resíduos e dejetos são fatores cruciais para a proliferação de doenças. Entre essas doenças está a diarreia, segunda maior causa de óbitos entre crianças de 0 a 5 anos, segundo a Unicef.

Como a SDW gera economia com seus projetos socioambientais?

A SDW é uma startup que trabalha com projetos socioambientais focados em água e saneamento. A ideia da SDW é levar mais qualidade de vida para a população em vulnerabilidade socioambiental através de seus projetos.

Acreditamos que a água é o veículo de mudança necessário para que bilhões de pessoas tenham dignidade. Por isso, entregamos tecnologias que promovem acesso a água e saneamento através de nossos projetos, cujo impacto chega a diversos âmbitos, como educação, renda e saúde.

Com uso da metodologia de cálculo de retorno social sobre o investimento, conseguimos mensurar quanto é economizado a cada projeto vendido para nossos clientes. Este cálculo leva em conta valores gastos com saúde (medicamentos, exames e internações, por exemplo), educação (custo de reprovações escolares provocadas pela falta de saneamento), e comparativo com outros métodos de tratamento de água e esgotamento sanitário.

Graças a tudo isso, nós já conseguimos economizar mais de R$10 milhões com projetos socioambientais para a sociedade em aspectos de saúde, saneamento e educação.

Com a entrega dos nossos projetos, conseguimos gerar benefícios para nossos clientes (descubra como aqui), beneficiários (por meio dos impactos diretos e indiretos) e para a sociedade de modo geral (uma vez que a economia alcançada permite novos direcionamentos para as verbas).

Há ainda um fator importantíssimo que não conseguimos calcular, mas que sabemos o quanto impacta: a melhoria da qualidade de vida das pessoas que passam a ter acesso à água de qualidade e esgotamento básico e seguro.

Quer saber mais sobre nossos projetos?

Confira nossas redes sociais:

https://www.instagram.com/sdwforall/

ou

Entre em contato através do nosso site:
https://www.sdwforall.com.br/

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *